Fóruns, Apps e Sites

Fazer um filho é fácil né? Afinal, montes de pessoas os fazem assim mesmo sem querer. Ainda por cima tive bastante formação na parte da biologia, portanto sei tudo o que há a saber, certo? Errado!
 
 Há tanta coisa que não sabemos que até nos envergonhamos de perguntar. Ou pelo menos eu senti essa dificuldade. Para piorar, não contei a ninguém que ia começar a tentar (sim, verbo que passei a utilizar com bastante frequência no último ano) portanto não podia propriamente chegar ao pé da minha mãe e tirar dúvidas.

“Mas que dúvidas podes tu ter, oh mulher de Deus?!” perguntam vocês. Pois, eu sei o que é preciso para se fazer um filho, mas então para fazer um filho COMO DEVE SER? Estão a ver, tipo consultas antes, exames, esse tipo de coisas. Ah pois é. Mas não é sobre isso que venho falar hoje (fica para a próxima). Hoje venho falar sobre a ajuda que eu recebi, a internet.
Há imensos sites, fóruns, blogs que falam sobre este assunto, portanto informação é coisas que não falta. Agora, é ter cuidado com o tipo de informação que obtemos, saber separar o trigo do joio. Há sites mais científicos, alguns mais pessoais, outros dedicados a tirar dúvidas, é só saber o que se pretende e depois ler bastante sobre vários temas.
Foi dos primeiros que descobri, e bem completo. Tem muitos artigos tanto sobre a gravidez como sobre o desenvolvimento da criança. Outra coisa que acho bastante útil é a calculadora da gravidez.
Também tem bons artigos sobre gravidez e bebés, mas talvez como já tinha lido primeiro no Mãe-me-quer, já me pareceu mais do mesmo. O que este tem de muito bom é o fórum. Muitas mas muitas dúvidas são tiradas aqui, e há sempre mães dispostas a partilhar as suas experiências, vivências, dicas e dar conselhos. Claro que também há Trolls, mas isso há em todo o lado.
Devido ao sucesso deste tipo de sites, muitas marcas de medicamentos também andam a apostar neste tipo de conteúdo, dos quais destaco o Nove Meses e o Décimo Mês. Conheci estes sites no seu lançamento, mas agora encontram-se bem mais completos e com informação de qualidade.
 
Fóruns, já falei que sou fã do De Mãe para Mãe, acho bem organizado e de leitura fácil. Às vezes quando tenho alguma dúvida e procuro na internet encontro alguns fóruns que muito sinceramente deixam tanto a desejar… são difíceis de navegar, até dão dor de cabeça a ler, e a qualidade das respostas…hum…. Pois. Aventurem-se por vossa conta e risco.
Outro tipo de ferramenta útil nesta altura, são as Apps. Há algumas que são muito úteis no planeamento de um filho. Comecemos pelas apps para seguir o período menstrual. É muito importante conhecer o nosso ciclo, não só para calcularmos a altura mais provável de ovulação (e daí o período fértil), como no mínimo dos mínimos para sabermos quando a menstruação era suposto aparecer e portanto quando é que há atraso menstrual, que é o primeiro sinal de gravidez. Algumas Apps mais conhecidas são a Flo, a Clue, eu uso uma que é o Diário da Menstruação (Calendário Período & Ovulação). Nestas apps geralmente tem espaço para indicarmos quando aparece e quando termina, indicar a temperatura basal (para calcular ovulação), apontarmos coisas como a existência de muco, dores, cólicas, e também, os dias em que houve relações sexuais. Muito útil quando se engravida para termos as datas todas certinhas.
E pronto, depois de tudo estudado e pensado é altura de passar à acção, mas isso meus amigos, não é o tema deste post.
See yah.

Comentários

Mensagens populares deste blogue

Rant: “Faz um clearblue digital!”

Boas e Más Compras

Rant: Porque é que não guardo as coisas?!!