Boas e Más Compras

Qualquer mãe (ou pai) tem uma lista, formal ou informal, de coisas que compraram e que acharam que foi o dinheiro mais bem empregue da vida e de coisas que praticamente não chegaram a usar. Hoje eu venho dar a minha lista, provisória, de produtos que ou comprei ou me foram oferecidos ao longo destes 4 meses, e que se encaixam nesta listagem.
 
 
Boas aquisições
 
Não vou dizer aqui as coisas óbvias (produtos de higiene, roupa, etc), mas sim aquelas que me surpreenderam pela positiva.
 
MiauMiau:
 
Sim, MiauMiau é o nome que dei ao peluche (um gato, sim, original). Comprei no Jumbo, marca Aucham. Tem umas argolas muito fixes para treinarem o "agarrar" e dá para prender ao carrinho, berço, espreguiçadeira...
 
Porque é que considero uma boa aquisição? E porque é que me surpreendi pela positiva? Bem, vamos começar pelo facto de antes dele nascer já ter uns 5 peluches que lhe tinham sido oferecidos. A minha mente estava dividida entre "para quê comprar mais um?" e "que vergonha, tantos brinquedos e nenhum comprado por mim, sou mesmo má mãe". Então achei que devia comprar um assim mais "didático" (sim, os outros peluches são mais normais, fora um coelho que tem umas orelhas que fazem barulho). E não é que o boneco fez cá um sucesso com o miúdo?! Começou por tocar no boneco, depois as argolas, levar as argolas à boca, e agora segura as argolas com tanta força que consegue pôr o boneco a vibrar (ele vibra se puxarmos uma argola).
 
 
 
 
Alcofa para dormir:
 
 
Quando andei a preparar o enxoval, deparei-me com esta questão: comprar alcofa ou não comprar. Muito já se escreveu sobre isso, e portanto não vou aqui repetir. Vou só dizer que não fazia ideia que havia dois tipos: as rígidas, aquelas de passeio, que vêm nos trios, e as "moles", que são para se usar por casa. Ora, eu já tinha decidido comprar o trio, portanto já tinha uma alcofa. Para mais, a sogra tinha comprado uma (mole) para o miúdo dormir lá em casa. Pensei que não valia a pena comprar outra, até porque a intensão era que ele dormisse na cama de grades (o que eu me rio agora destas ideias... era mesmo inocente... mas quando falar aqui sobre o sono logo percebem).
 
Quando já estava em casa de baixa começo a obcecar com esta ideia: eu PRECISAVA de uma alcofa. Não ia usar a da rua cá em casa na cama dele. Não podia contar com a da sogra (mesmo que ela não se importasse, na minha cabeça aquilo era dela, para se usar lá). Numa manhã não estava a conseguir dormir e fui pesquisar preços. Não encontrei em nenhum site. Lembrei-me do OLX. E lá estava... A ALCOFA. Linda de morrer. Descrição dizia que estava em bom estado, tinha pouco uso. Pediam só 20 euros (alcofa e lençóis). E como é que aquele anúncio ainda ali estava? Tinha sido postado na noite anterior.
 
Ainda perguntei ao marido se devia ou não comprar mas antes de ter resposta, registei-me no OLX, entrei em contacto com o vendedor e combinei ir busca-la ao final da tarde. E, digo-vos, deu mesmo muito, muito jeito.
 
Ao início para dormir durante o dia, depois comecei a conseguir pô-lo para dormir as noites. Teve uso intensivo até aos 3 meses. Vá, só a alcofa. A "capota" e a "cobertura" nunca foram usadas.
 

 
 
 
Ninho de viagem:
 
É tipo uma manta, mas em forma de saco-cama, que dá para se pôr na alcofa e no ovinho (tem as ranhuras para se passar os cintos. Melhor coisa para se usar no inverno, sem dúvida. Nada de vento a levar as mantas, nem miúdo mal tapado, é só pôr o rapaz e já está. Ainda por cima serviu como redutor, ele já não ficava lá a chocalhar.
 
Luz de presença:
 
Ok, esta é um pouco óbvia mas aqui fica. Indispensável durante a noite. Não conseguia descansar sem o estar a ver (o que incluiu dormir de óculos postos durante muuuuuito tempo), principalmente quando ele dormia connosco na cama.
 
Houve uma vez aos 3 meses que me esqueci de a levar para a casa da minha mãe. Não o ver, junto com o facto de ele estar a fazer uma birra incrível, fez com que aquela tenha sido uma das piores noites dos últimos tempos.
 
Eu tenho o fantasminha do IKEA. E sim, aquilo fixa a luz, é só carregarmos 2 vezes no botão. Próxima etapa é ver se dormimos com aquilo na luz vermelha (a branca já me começa a incomodar).
 

 
 
 
Fraldinhas e babetes:
 
Quando vos disserem que nunca são demais, acreditem, não são. As fraldinhas então aquilo é multiusos e quando se vai a ver já está tudo para lavar. Eu comprei um pack de 10 fraldinhas, que bordei algumas, e bordei também alguns babetes. Foi mesmo terapêutico.
 
 
 

 
Produtos de amamentação:
 
aqui falei sobre a minha jornada com a amamentação. Vou só repetir que achei essencial a bomba, os colectores de leite, os discos de amamentação... mas se por algum motivo não tenho tido leite, teria sido um mau investimento.
 
 
 
Não tão boas aquisições
 
Não foi propriamente maus investimentos, apenas e só porque conto ter mais filhos. Para este, não serviu de grande coisa.
 
 
Alcofa do trio:
 
Na minha cabeça, ia ter muito uso, pois para os passeios aqui nas redondezas ia usar a alcofa em vez do ovinho. E realmente assim o fiz. Nos poucos passeios que consegui dar. Isto porque o S. Pedro não ajudou nada. Quando não estava chuva estava bastante vento, e acabámos por passar muito tempo em casa. Demasiado tempo. Os únicos passeios que podíamos dar era centro comercial e para isso ia de carro, logo, levava o ovinho.
 
Quando o tempo começou a melhorar, o rapaz começou a não gostar de estar deitado, por isso olha, já está arrumada.
 
 
Lençóis de Alcofa:
 
Simplesmente nunca usei. Na alcofa do trio tinha um ninho de viagem. Na alcofa de dormir, por causa do frio, tinha o colchão forrado com uma manta e ele dormia embrulhado noutra e/ou com outra por cima. O mais estupido é que me tinha esquecido que me tinham comprado alguns jogos de lençóis, eu pensava que tinha poucos e ainda comprei outro.
 
 
Sacos-cama para dormir:
 
Dizem que é o melhor para os bebés dormirem, portanto claro que comprei logo um. Mas como tinha de acordar o rapaz durante a noite, e para isso tinha de lhe mudar a fralda, fazer cócegas nos pés, etc, nunca deu jeito. Mesmo assim comprei outro para 60 cm. Esse então é que nunca saiu da gaveta.
 
 
Chuchas, prende-chuchas e biberons:
 
No meu caso foi mau investimento.
 
Ele só chegou a usar duas chuchas antes de rejeitar. E chuchas são mais fáceis de conseguir do que pensava. Tive pessoas a oferecer chuchas, ganhei chuchas em workshops, deram-me peças de roupa que vinham com corrente e chucha... enfim. Acho que só faz sentido comprar se o bebé não pegar em nenhuma que já temos. E sem chucha não precisamos de prende chuchas. Vá, tenho um pendurado no arco da espreguiçadeira que ele usa para brincar.
 
Biberon o mesmo, deram-me alguns outro veio com a bomba.... e agora que ele só mama, já nem os estou a usar. Vai começar a usar mais quando começar a trabalhar, pode ser que aí use o stock completo.
 
 
Sling de Argolas:
 
Quando ouvi falar nisso, achei logo que precisava de ter. Afinal de contas, é um "kit mãos livres". Depois quando comecei a pesquisar mais sobre babywearing, fiquei confusa pois havia muito mais opções. No final, acabei por escolher mesmo o sling de argolas, pois dava desde o nascimento, era prático de colocar... e até acho que seria, se o meu rapaz não se opusesse a dobrar as pernas... nunca o consegui pôr em recém nascido. Depois era a loucura das mamas. Agora com 4 meses é que estou a tentar de novo, e estou a reparar que é mais complicado do que esperava e que me faz muito peso no ombro. Se soubesse o que sei hoje, tinha comprado mochila. Enfim, espero que seja útil para o transportar para a praia.
 
 
Almofada de amamentação:
 
Nunca precisei para amamentar (até me atrapalhava mais que ajudava). Os únicos usos que lhe demos foi servir de barreira para dormir as sestas no sofá e para o marido apoiar o braço quando o miúdo dormia no colo.
 
 
Babygrows de Algodão:
 
Quando comecei com a febre das compras era verão e era só o que se via. E a comprar na net não  percebia o quão finos eles eram. Escusado será dizer que nunca usou nenhum. Ainda pensei em usar por baixo dos sacos de dormir, mas já vimos que isso também nunca foi usado.
 
 
E por enquanto é isto. E vocês, que produtos mais gostaram ou mais se arrependeram de ter comprado?
 
See yah?

Comentários

  1. Que giro, realmente no fim temos todas experiências muito diferentes. Para mim a alcofa foi uma inutilidade, bem como o mobile (não tínhamos luz de presença, mas também teria sido) e os produtos de amamentação (no fim não amamentei e acabei por dar tudo às minhas amigas). Já a almofada de amamentação foi super útil, quer para dormir durante a gravidez quer para ajudar o miúdo a sentar-se depois :)

    Eu fiz um monte de publicações sobre o assunto, para não voltar a repetir os mesmos erros da próxima vez :P Estão aqui:

    http://omeubemestar.blogspot.com/2016/05/coisas-inuteis-que-comprei-durante.html
    http://omeubemestar.blogspot.com/2016/06/coisas-inuteis-que-levei-para.html
    http://omeubemestar.blogspot.com/2016/10/a-lista-interminavel-do-enxoval-do-meu.html

    :)

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Joana, desculpa responder tão tarde... Nao recebi notificação sobre o comentário e não tenho tido tempo de cá vir.

      Mas sim, é por isso que eu acho que as listas dos "essenciais" são muito bonitas, mas depois varia muito de pessoa para pessoa, de bebé para bebe, de experiência para experiência.

      A única coisa que posso dizer que mudou entretanto, é que agora uso muito a almofada de amamentação, ponho a volta do miúdo quando está sentado para não andar sempre a dar cabeçadas no chão xD (já se senta bem, mas volta e meia lembra-se e joga-se para trás ou para os lados).

      Vou dar uma olhada as duas publicações, obrigada por partilhar.

      Eliminar

Enviar um comentário

Mensagens populares deste blogue

Rant: “Faz um clearblue digital!”

Rant: Porque é que não guardo as coisas?!!